Como saber se vale a pena vender meu consórcio?

Emergências acontecem e elas costumam aparecer justamente quando estamos mais despreparados. Nessas circunstâncias, o cartão de crédito ou o cheque especial acabam sendo a única alternativa para nos socorrer em momentos de dificuldade.

Entretanto, taxas de empréstimos de cheque especial ou rotativo do cartão de crédito podem facilmente superar os 10% ao mês, de modo que pequenos empréstimos podem rapidamente se transformar em dívidas impagáveis.

Por essa razão, uma forma inteligente de administrar suas dívidas é trocando crédito caro por um crédito mais barato, diminuindo o custo financeiro até que possamos quitar todas as obrigações.

E, muitas vezes, a mesma pessoa que possui dívidas também tem um consórcio parado que, se pudesse ser transformado em dinheiro, poderia ser utilizado para diminuir ou até mesmo quitar todas essas dívidas.

O grande problema é que esses consórcios não permitem o resgate do valor investido antes da contemplação ou da finalização do grupo, e isso pode demorar muito a acontecer.

Você não precisa esperar tanto

Pensando nisso, a Rcaldas criou um serviço para dar uma maior liquidez à carta de consórcio de seus clientes. Agora você pode vender seu consórcio ativo ou cancelado e receber na hora o dinheiro para quitar as suas dívidas. E tudo isso com a segurança que só quem entende do assunto pode oferecer.

A Rcaldas é uma corretora de seguros e consórcios com muitos anos de mercado, permitindo que você negocie sua carta com segurança e um atendimento personalizado.

Qual o custo de antecipar o dinheiro do meu consórcio?

Mas você deve estar se perguntando, qual o deságio aplicado para a venda do meu consórcio, certo?

O deságio corresponde ao desconto aplicado no saldo a receber que o titular da carta teria direito em caso de contemplação.

O valor desse deságio dependerá da situação individual de cada consórcio. Cartas em estágio inicial têm uma liquidez mais reduzida, visto que há poucos pagamentos e um saldo devedor muito elevado.

Mas quanto mais madura a carta, mais vantajosa se torna a operação de venda, tanto para quem compra quanto para quem vende. A partir de 40% pagos, a carta já começa a ter liquidez e pode ser vendida.

Mas, para saber se vale a pena vender a sua carta é necessário avaliar o custo da sua dívida e comparar com o valor do desconto efetuado na venda do seu consórcio. Se a taxa do desconto for inferior ao custo do seu empréstimo a operação é vantajosa.

Muitas vezes é mais vantajoso vender o consórcio a ter que tomar um empréstimo a taxas muito altas. Mas tudo dependerá do seu consórcio e da taxa de juros do empréstimo que você conseguiu no mercado.

Você pode calcular aqui a taxa de desconto da sua carta com a ajuda da nossa calculadora.

Não se preocupe se essas informações parecerem muito complicadas para você. Entre em contato com a nossa equipe que um especialista verificará qual a melhor opção para você.

Não perca tempo, solicite uma proposta agora mesmo clicando aqui!